REFLEXÕES DE UM POLICIAL

“Cogitationis poenam nemo patitur”

Direitos Humanos, apenas uma falácia?

leave a comment »

    Essa percepção errônea dos direitos humanos é adquirida e propagada principalmente pelo censo comum, fundamentada basicamente no que é noticiado pela mídia, seja escrita ou televisionada, que sempre apresenta os órgãos de defesa dos direitos humanos associados a casos de pessoas que são alvo do sistema criminal do Estado.

    Essa concepção é facilmente dissipada quando se tem conhecimento dos verdadeiros aspectos dos direitos humanos, sejam eles de caráter filosófico, religioso, jurídico ou humanístico. O direito internacional trata dos direitos humanos como consenso para a criação de um Estado de Direito, pois a duras penas o processo civilizatório humano demonstrou que existe uma extrema facilidade para que os detentores do poder desrespeitem a dignidade humana, seja perseguindo por questões de cunho político-religiosa, seja por cunho étnico-racial, e isso não nos leva tanto assim no tempo e nem no espaço, basta fazer uma pequena pesquisa sobre esse assunto.

    Ignorar que os direitos humanos ainda são violados com uma freqüência incômoda nos dias atuais é acreditar que o Estado, seja que forma possuir, atenda a todos os direitos sociais previstos em suas constituições. Não ter uma visão crítica sobre o assunto é consentir que o “Leviatã” esmague os direitos individuais e a diversidades inerentes da condição humana sejam desprezadas e tolhidas por um sistema estatal que o considere “errado ou imperfeito”.

    Dentro da percepção que os direitos humanos são universais e inerentes a pessoa humana dentro da sua diversidade surge novos paradigmas que provocam a análise crítica da função estatal, incluindo os órgãos do sistema criminal. Surgindo, ainda, uma nova percepção de que cada um de nós, como ser humano que somos, também é detentor desses direitos e que cada vez mais precisamos de defesa contra o próprio estado, o seu maior violador.

    

Written by Claudio Marino F Dias

07/21/2009 às 22:09

Publicado em segurança pública

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: